Por que o uso do álcool gel comum é controverso?

Pois são feitos com ingredientes danosos pro planeta e para as pessoas, por exemplo: carbopol, o propilenoglicol e triclosan. O carbopol é um carbômero, polímero muito utilizado (o mais utilizado) para a formação de gel. Possui baixo custo e por isso é largamente utilizado. Por ser um ingrediente sintético, as reações alérgicas são comuns. O propilenoglicol é um ingrediente sintético produzido por hidratação do óxido de propileno derivado de petróleo. É muito utilizado na indústria cosmética como solvente e emoliente/umectante. Reações alérgicas podem ocorrer deixando a pele vermelha, causando coceira intensa e, em casos mais graves (pessoas muito sensíveis), pode até formar bolhas. O propilenoglicol recebeu o título de Alérgeno do Ano para 2018 pela Sociedade Americana de Dermatite de Contato pois provoca várias reações alérgicas (irritações e reações cutâneas). O triclosan é um agente bacteriostático e pertence ao grupo dos fenoxifenois policlorados. É usado como anti-séptico (efetivo contra bactérias) e também como conservante em cosméticos. Evita contaminação microbiológica e mantendo a qualidade do produto durante sua vida útil. Existe muita polêmica com esse ingrediente . O que sabemos é que é largamente utilizado, não é biodegradável e portanto um de seus possíveis impactos é sobre micro-organismos aquáticos, e muitas pessoas apresentam sensibilidade cutânea. O triclosan consta nas listas de substâncias perigosas ou de risco da União Europeia e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), entre outras organizações internacionais. Embora não seja proibido no Brasil, muitas empresas preocupadas com o impacto ambiental e a saúde da população, aboliram o uso do triclosan. O álcool gel da Positiv.a é de base 100% vegetal e livre de todas essas substâncias prejudiciais para nós e para o meio ambiente.